Informações gerais de Bariloche

De TUDO QUE VI em Bariloche, a imensidão do lago Nahuel Huapi é impressionante. Ele pode ser visto de qualquer lugar mais alto da cidade. Mas a boa comida também é um destaque.

Fomos duas vezes a Bariloche (oficialmente San Carlos de Bariloche), na última delas com os nossos dois filhos. Escolhemos ir fora do grande agito do período entre o final de junho e agosto, pois vimos antes como tudo fica muito cheio e é difícil encontrar até mesmo vaga em hoteis do centro. Em pleno mês de outubro encontramos neve, frio e quase tudo funcionando, salvo por algumas pistas de estações de esqui, que já não tinham toda [...]

Passeios na cidade e nos arredores, quase sempre com neve

Nas vezes em que fomos a Bariloche, começar o city tour no Centro Cívico e nas ruas próximas virou quase um ritual. No local, além de um centro de informações turísticas e vários cães da raça São Bernardo prontos para a fotografia com os turistas, tem uma linda vista para o lago. Nessa pracinha de arquitetura suíça, Bariloche surgiu em 1902.

Passando pelo Pórtico começa a rua Mitre, a principal do centro. Na primeira quadra, nesse sentido, tem o Banco Argentino, ótimo para fazer o câmbio. Fora do horário bancário e nos finais de semana, a loja de roupas de frio ao lado do banco faz boa conversão, inclusive de [...]

Olho na balança…mas aproveite as ótimas opções gastronômicas

Em Bariloche testamos opções turísticas, a maioria boa. E fomos a restaurantes diferenciados. Do café da manhã, com mediaulunes (croissants) com dulce de leche, ao jantar, essa viagem permite fazer uma grande experiência gastronômica.

No centro da cidade, há boas pizzarias, pubs, danceterias e restaurantes, vários com preços justos. O melhor custo/benefício para almoço é o Família Weiss (Palácios esquina com V.A. O´Connor 9h às 22h). É relativamente grande e há pratos bem servidos. Destaque para a truta salmonada, boa e o prato é grande. Nesse mesmo trecho da rua tem um dos melhores pubs locais, que dizem ter a melhor cerveja da cidade. Aliás, nessa quadra tem pelo menos [...]

Hospedagem em Bariloche, câmbio e transporte

Na alta temporada, especialmente entre o final de junho e o início de agosto, os melhores hotéis do centro ficam nas mãos das operadoras, que negociam hospedagem junto com passeios e, eventualmente, passagem aérea. Com antecedência pode-se conseguir disponibilidade em algum deles. É o melhor lugar para ficar, pois dispensa usar carro para conhecer os arredores ou ir para vários restaurantes.

Mas já ficamos numa pousada na Bustillo, distante 6 km do centro, mas com as crianças nada como a praticidade do centro, com o comércio por perto. Na última vez ficamos no Kenton, em um apartamento conjugado. Restaurantes perto e muito próximo do Centro Cívico.

O Ideal é evitar hotel [...]


free vector