De TUDO QUE VI, a área histórica, o centro preservado e o rio fazem um belo conjunto para o visitante aproveitar.

Conexão no aeroporto não conta como visita a uma cidade. Por isso, as histórias da viagem a Frankfurt são contadas apenas por Lúcia, que esteve nessa metrópole para uma breve visita de trabalho e aproveitou para conhecer alguns dos principais pontos turísticos.

O nome completo é Frankfurt am Main, tem 700 mil habitantes e é a quinta maior cidade da Alemanha, mas com a sua área metropolitana triplica essa quantidade de gente. É uma dessas cidades chamadas globais, por sua importância econômica. Na época da guerra fria, serviu de base para o Exército dos Estados Unidos. Pesquisas recentes ressaltam que a qualidade de vida na cidade está entre as dez melhores do mundo, mas o custo de vida é alto.

Frankfurt é o centro financeiro da Alemanha, sede de importantes instituições, como o Banco Central Europeu, o Deutsche Bank e tem uma forte bolsa de valores. A Federação Alemã de Futebol está sediada na cidade. O aeroporto é um dos mais movimentados do mundo, a cidade tem uma importante estação de trem e possui estradas referenciais na Europa.

Frankfurt geral

Algumas paisagens logo chamam a atenção nessa cidade fundada pelos romanos no século I. De um lado, prédios históricos e outros modernos, alguns muito altos. O Commerzbank Tower e o MesseTurm estão entre os maiores arranha-céus comerciais da Europa. Por outro lado, o uso do rio Meno (ou Main, em Alemão) é marcante, pois corta toda a cidade e é usado com destaque para transporte de carga. Até grande barcos carregados de minério passam pelo rio.

Transporte de cargas passa no meio da cidade

Passeios turísticos pelo rio

Passeios turísticos pelo rio

Frankfurt é uma referência na realização de feiras e convenções, possui vários museus, tem um forte comércio e é bem atendida pelo metrô, inclusive com estação no aeroporto. A rua Zeil, uma das ruas principais da cidade, apresenta o volume de negócios mais forte da Alemanha. É a cidade natal de Goethe e de Anne Frank.

Quase todas as visitas aos pontos de interesse no centro da cidade podem ser feitas a pé. No centro histórico, a Câmara Municipal (Römer), a Catedral (Dom) e a Igreja de São Paulo (Paulskirche) são locais recomendados. O ônibus de city tour é uma boa opção para uma visão panorâmica.

Sachsenhausen é o bairro antigo, com típicas fachadas de prédios juntinhos e muitos restaurantes, bares e cervejarias. Várias opções de hospedagem.

O centro histórico em Romerberg

O centro histórico em Romerberg

Romerberg, também conhecido como cidade antiga, com casario típico, tem pouco mais de quatro ruas. No centro da praça há a fonte da Justiça. Quando havia a coroação de um imperador, os habitantes iam à praça, pois da fonte jorrava vinho e havia churrasco.

Römer, em frente aos edifícios do Romerberg, desde 1405 é a prefeitura e a câmara. No primeiro andar fica o Salão Imperial, com retratos a óleo dos 52 imperadores até o ano de 1806. A fachada é luxuosa, com detalhes dourados.

A Kaiserdom, do ano 852, é a catedral de Frankfurt, no centro da cidade, com 95m de altura. Nela foram coroados 10 imperadores.

Nas margens do Meno, os Jardins de Nice (Nizzagärten) se destacam, tem ainda o Jardim Botânico (Palmengarten), muitos parques e um concorrido e centenrário zoológico. A porcelana Höchst é um referência em Frankfurt. Além disso, a sidra (ou vinho de maçã) é a principal bebida produzida na região.

A Torre Eschenheim é um marco na cidade, era a mais bonita das 42 torres de vigia da antiga fortaleza de Frankfurt. Foi construída em 1428 e ainda é a torre mais alta da Alemanha. Está nas proximidades dos jardins Bockenheim.

A ponte de ferro

A ponte de ferro

A Ponte de Ferro (Eiserner Steg) tem mais de cem anos. Trata-se de uma ponte sobre o rio Main. Chaga-se a ela passando pela zona velha de Frankfurt, no passeio do rio. No trecho entre essa ponte e a ponte da Paz (Friedensbrücke) há nada menos do que 13 museus. Esse trecho tem o nome de Margem dos Museus.

Frankfurt Zeilgalerie
Para compras, a Zeilgalerie é uma referência na cidade, não apenas pelo tamanho e ofertas de marcas, mas pela fachada enorme e o aspecto futurista. Aliás, desde a fachada, há um tubo que percorre quase todo o shopping e que chama a atenção. Mas parece ser somente um detalhe arquitetônico, coisa de artista. Claro que o comércio de rua é muito interessante, com lojas variadas, mas para quem tem pouco tempo, esse shopping ajuda bastante.

POSTS RELACIONADOS :leia também
Berlim, a capital alemã que cresce e aparece
Berlim oriental e ocidental em vários roteiros
O que ver e o que fazer em Bamberg
Rothenburgh ob der Tauber é um sonho de lugar
Oberammergau: a Paixão de Cristo na Alemanha
Passeios, história e muita cerveja em Munique