De TUDO QUE VI, a cidade encanta de verdade à noite, quando as luzes de acendem e destacam a grandiosidade das fachadas dos hoteis temáticos. Dentro deles está o verdadeiro glamour, com luxo na decoração, muitas lojas e restaurantes, e até mesmo o estilo de vida dos apreciadores de cassinos.

Chegamos a Las Vegas numa linda noite de verão, em pleno mês de junho. Se a primeira impressão é marcante, encontrar tantas luzes e hoteis que reproduzem cidades é realmente mágico.

Vegas noite

Nessa viagem, fomos de carro, depois de um tour pela Califórnia. Saímos de San Diego para encarar 5 horas numa estrada que vai mudando o visual, deixando o verde californiano e entrando nas cadeias montanhosas do estado de Nevada, rasgando o deserto de Mojave em 331 milhas (ou 533 km). Pela estrada I-15, entre San Bernardino e Barstown passamos pela cidade fantasma Calico Ghost Town, que é uma atração turística. Funciona até 17h, adaptada da cidade de 1881 criada por causa das minas de prata. É quase tudo cenário, mas tem restaurante e um passeio no trem até os túneis da Maggie Mine. A partir da divisa já é possível começar a observar hoteis cassino, embora sem o glamour de Vegas, claro. Las Vegas está a 70 km da divisa com a Califórnia.

Uma boa parte da estrada tem apenas duas faixas de rolamento em cada direção e muitos caminhões. Portanto, se vai de carro, é importante ter tempo, porque a velocidade média pode ser reduzida, mas há vários pontos de parada às margens das cidades, com postos de combustíveis, restaurantes e lojas de conveniência. Fizemos dois rápidos pit stops. Quem vai de avião, encontra em Las Vegas um aeroporto grande, moderno e que não é distante dos hoteis.

Programamos o GPS para chegar pela Las Vegas Boulevard (conhecida como Strip), mas pela W Sahara Ave, mais ao norte. Fomos até esse ponto para voltar quase toda a avenida e ver logo os hoteis a partir do Stratosphere, cuja atração principal é uma enorme torre, onde há no alto um pequeno parque de diversões e restaurante.

Os hoteis com cassinos são as principais atrações da cidade. Possuem fachadas e decorações internas temáticas, além de teatros com excelentes espetáculos e muitas lojas ou shopping centers. Como viajamos com os nossos filhos, escolhemos um hotel bem localizado, mas sem cassino, para escapar do permanente cheiro de cigarro e do intenso movimento de hóspedes e visitantes. Mas se for um grupo de adultos, vale a pena ficar num desses grandes hoteis, que oferecem preços menores do que em outras grandes cidades americanas, quartos espaçosos e muitos serviços. A maioria, entretanto, cobra uma taxa de resort, valor diário que pode chegar a 30 dólares e serve para uso de internet, piscina, entre outros.

No verão é muito quente. Entenda-se quente por altas temperaturas e um cortante vento seco. Certamente é mais agradável fazer essa viagem entre outubro e abril.

Durante o dia, vimos muita gente aproveitando as piscinas e os SPAs dos hoteis. Quem prefere ir às compras, Vegas tem dois outlets da rede Premium, um ao norte e outro ao sul, com grandes ofertas de marcas conhecidas. Tivemos tempo e fomos para áreas mais distantes do centro de interesse, tanto bairros quanto cidades vizinhas. Nesses locais, os preços são ainda menores. Em shoppings médios, um supermercado como o Target tem o mesmo produto da CVS ou Walgreens (mistura de farmácia e mercado) com preços mais em conta. É verdade que descobrimos isso por acaso, pois procurávamos uma unidade da livraria Barnes & Nobles para os nossos filhos e chegamos aos shoppings de bairro, com ótima qualidade.

Na cidade, tem muitas lojas nas ruas, muitas grifes e algumas com fachadas para chamar bastante atenção. Uma que logo nos chamou atenção foi uma loja da Harley Davidson, que vende mais acessórios do que motos. Uma fachada gigantesca e impressionante.

Vegas Harley fachada

E há shoppings de todos os tamanhos, para todos os gostos e bolsos. Gostamos e fomos mais ao Forum Shops, com 160 lojas no Hotel Caesars Palace.

Vegas Forum Shops

Observe que o teto reproduz um céu sempre azul. As opções de restaurantes são ótimas, incluindo uma filial da rede Cheesecake Factory e uma unidade do Carmines, que conhecemos em Nova York. O restaurante italiano é conhecido pelas generosas porções que servem quatro pessoas.

No hotel Venetian funciona uma unidade do DB, do conhecido chef novaiorquino Daniel Boloud. Há, ainda, restaurantes de Chicago, de San Francisco, de Paris…
Os principais shoppings são Crystals (mais novo); Forum Shops (Caesars Palace); Fashion Show Mall e Miracle Mile (no Planet Hollywood Hotel).

Não gostamos de jogos de apostas e por isso o cassino não é o nosso forte. Mas sempre tem muita gente. Inclusive durante o dia. Vegas cassino

Um passeio de um dia no Grand Canyon é outra opção. Vamos contar em detalhes o nosso tour logo mais.

Quem curte alguns seriados de sucesso na TV vai gostar de visitar a World Famous Gold & Silver Pawn Shop, uma loja de penhores na 713 S. Las Vegas Blvd.

Vegas penhores

Os donos participam de um programa de TV e em dias de terça e sábado eles fazem gravações. A loja funciona 24h por dia com peças que as pessoas levam para vender e souvenirs.

Também é possível conhecer o local de reforma de veículos, tema de outra série, e o estúdio de tatuagem que também virou programa de televisão, por corrigir desenhos mal feitos.

Dentre tantos hoteis, os que fican na Strip ou perto dessa principal avenida da cidade, são os que possuem fachadas espetaculares e têm instalações luxuosas, além dos cassinos, claro. Destacamos aqui as características dos que mais chamaram a nossa atenção.

Bellagio está entre os mais elegantes. Tem arquitetura típica da Toscana, decoração com cristais de Murano.

Hall de entrada do hotel Bellagio com decoração em cristais de Murano

Na frente do hotel, reproduzindo o Lago di Como, onde fica localizada a vila de Ballagio, acontece o incrível show das fontes dançantes todas as noites, a cada 15 minutos, a partir das 20h. Junta uma multidão.

Vegas fontes dançantes

Vegas O1No Bellagio fica o teatro onde são feitas apresentações do Cirque du Soleil. Vimos o espetáculo “O”, imperdível. Os artistas se apresentam ora numa piscina tão profunda que podem mergulhar a partir de um trampolim ora num palco seco.Vegas O

O Caesars Palace, ao lado do Bellagio, também é um luxo, com as suas colunas romanas. Ao lado da entrada principal funciona um restaurante Planet Hollywood em instalações que lembram o Coliseu romano.

Vegas Caesars

A decoração é inspirada na Roma Antiga, com estátuas, grandes monumentos, aquário e shows de artistas renomados como Celine Dion e Elton John. O seu shopping está entre os melhores da cidade.

Vegas Caesars2

Mandalay Bay: um dos maiores e mais luxuosos. Na parte mais alta está o Four Seasons, com linda vista. Tem praia artificial com areia trazida de Cancún.

Venetian: tudo é superplativo nesse hotel, que transporta visitantes e hóspedes para Veneza, com simulação da Piazza di San Marco, Ponte dos Suspiros, Ponte Rialto e passeios em gôndola, com direito a gondoleiro cantor de músicas italianas. Nas margens do canal tem muitas lojas e há uma praça de alimentação fast food e alguns dos melhores restaurantes da cidade instalados no hotel.

Vegas Venetian1

Vegas Venetian

Vegas Venetian5

Treasure Island: esse é um hotel sofisticado e está conectado por trem com o Hotel Mirage, ao seu lado. Tem show de sereias e piratas, e um espetáculo do Cirque du Soleil, Mystere.

Mirage: o tema desse hotel é a selva. Por isso, tem som de cascatas, aroma tropical, vulcão, uma piscina com golfinhos (até 19h) e jardim secreto. Todas as noites, há apresentação pública que reproduz um vulcão após às 20h e a cada 30 minutos até às 23h. Quem fica em volta do lago na frente do hotel sente o calor dessas chamas. O espetáculo The Beatles, também do Cirque du Soleil, é apresentado aqui.

Vegas Mirage

Vegas Mirage vulcão

Excalibur: com a temática Idade Média, lembra um antigo castelo inglês, com batalhas pelo trono do Rei Artur, cavaleiros, dragões e o Mago Merlin. A fachada colorida chama bastante atenção desde bem longe.

Vegas Excalibur

Luxor: a sua pirâmide com uma esfínge também é vista de longe e é um dos grandes hoteis temáticos. Tem um cinema com tecnologia IMAX, apresentação do Blue Man Group e na decoração destacam-se tumbas e um museu do Rei Tut.

MGM Grand: o cinema é a inspiração desse hotel. O leão símbolo da companhia está em habitat natural e aparece reproduzido em várias estátuas. tem espetáculo Ká do Cirque du Soleil e apresentação do ilusionista David Coperfield, que embora seja um roteiro antigo é muito bom e vale cada centavo pago.

Vegas MGM

Vegas David

New York New York: outra referência vista de longe. Tem réplica da Estátua da Liberdade, da Ponte do Brooklyn e Times Square. Tem show do Coyote Ugly, Cirque du Soleil (Zumanity), uma Zona ESPN e uma grande montanha russa na frente.

Vegas NY

Paris: tem réplica da Torre Eiffel e do Arco do Triunfo. O restaurante no primeiro andar da torre tem vista para o lago do hotel Bellagio, um local estratégico para ver as apresentações noturnas no lago e para apreciar toda a intensa movimentação na Strip.

Vegas Paris

Circus Circus: tem apresentações de trapezistas, mímicos, acrobatas e Carnaval. O circo é o tema do hotel, que já esteve entre os melhores, mas a cidade cresceu em outra direção. Ainda é muito requisitado. Fica perto do Stratosphere.

Vegas Circus

Stratosphere: o maior destaque é a sua grande torre, vista de qualquer lugar de Las Vegas. Paga-se para subir, pois a vista é realmente deslumbrante. Lá em cima tem restaurante e brinquedos para quem aprecia aventuras realmente radicais.

Vegas Stratosphere

Flamingo foi o primeiro hotel-cassino construído na Strip, quando era uma área fora da cidade.

Para a maioria dos passeios na cidade e entre os hoteis é possível fazer a pé. Mas se estiver de carro, uma boa notícia é que todos os hoteis possuem grandes edifícios para estacionamento, com acesso gratuito (self parking), sem limite de tempo. Paralela com a Strip existe uma linha de trolley, um trem suspenso, que é gratuito.

Essa foi a nossa experiência em Vegas, numa viagem com os nossos filhos, que incluiu ainda um passeio no Grand Canyon, que pode ser vista no post Grand Canyon, uma maravilha diante dos olhos